sábado, setembro 8

Dos Resultados esperados dos alunos

Um dos sete itens de avaliação a realizar pela direcção executiva tem a ver com o "Progresso dos resultados escolares esperados para os alunos" (alínea c, nº 1, artº 17). É suposto que esse progresso esperado seja definido por quem, como, quando? No Projecto Educativo não pode ser; no Projecto Curricular de Turma, talvez. Mas como se vai concretizar isso, considerando as complexas variáveis? E quando falamos de resultados é bom ter a sensatez de pensar e explicitar que eles não se reduzem à instrução e que têm de chegar à socialização, e à estimulação.

Será bom que não sejamos nós a reforçar a ideologia de uma escola cuja missão central parece ser a de fazer salsichas.

4 comentários:

Joao Soares disse...

E como e quem avalia a direcção executiva?
P.S. O vosso blogue consta do meu Dossier Educação.

JMA disse...

Mistério ainda! A direcção executiva, enquanto tal, não é avaliada, apenas os membros que exercerem a docência (e apenas nessa dimensão). É provável que a revisão do 115-A esclareça essa questão.

3za disse...

Há tantos mistérios neste processo...

Paideia disse...

João Soares, a direcção executiva é objecto de avaliação na avaliação interna das Escolas.