domingo, fevereiro 3

Ai dos putos que se atrevam a não votar


(acta de eleição número 12 - algures da net)



Pelo Despacho Normativo n.º 1/2006, de 6 de Janeiro de 2006, que regulamenta a constituição, funcionamento e avaliação de turmas com percursos curriculares alternativos, ficamos a saber quem são os destinatários deste tipo de turmas.


"2 - Os percursos curriculares alternativos, agora previstos, destinam-se aos alunos até aos 15 anos de idade, inclusive, que se encontrem em qualquer das seguintes situações:

(...)

d) Registo de dificuldades condicionantes da aprendizagem, nomeadamente:

forte desmotivação,

elevado índice de abstenção,

baixa auto-estima e falta de expectativas relativamente à aprendizagem e ao futuro,

bem como o desencontro entre a cultura escolar e a sua cultura de origem."


Dispenso-me de comentar as expectativas baixas, os desencontros e a baixa auto-estima. Daria azo não a um post mas a todo um blog!


Mas a da abstenção é de mestre. Isto sim...quais aulas de formação cívica qual o quê!
Para o absentismo, temos as provas previstas no novo estatuto do aluno. Para os que não tomam partido nas eleições para delegado e subdelegado de turma, as turmas de percurso curricular alternativo. Está resolvido!


P.S. Não se esqueçam, colegas docentes (professores ou não) de acrescentar este item às grelhas de registo de observação de aulas!

4 comentários:

CristinaGS disse...

E assim vai o nosso português de Ministério. Ainda havemos de vê-los a confundir adesão e aderência. E isto acontece sem o acordo ortográfico que voltou a ser propalado. Não sei, parceiros, por onde pegar. É um nadinha aflitivo, sim. Boas pausas

IC disse...

Ainda podia ser um lapso, uma distracção, mas não é, não. Lê-se no Despacho (no próprio Diário da República) e outra vez no anexo (regulamento) ao mesmo. Sugiro que façam chegar isto pelo menos ao Antero.

Mas, tirando isso, que nos provoca risos, sério é mesmo o resto. Estou totalmente de acordo com o Tsiwari quando diz que, quanto à baixa auto-estima, às baixas expectativas e aos desencontros entre culturas, para analisar/comentar isso não bastaria um post, dava mesmo para um blogue inteiro. Só que a milu não o leria e ela não deve perceber mesmo nadinha dessas coisas (ou, se percebe, está-se 'nas tintas' para os putos.

3za disse...

Pois...

Anónimo disse...

Pois cara cristinags, isso já aconteceu! Reunião em Lisboa, entrega dos prémios da Fundação Ilídio Pinho, sra. ministra presente, elevado número de professores presentes (representando todas as escolas que participaram no projecto, que é de âmbito nacional) e que não tinham lugar sentados. Quando, ao altifalante, se houve o seguinte comentário: "pedimos desculpa, mas não estavamos à espera de tão grande aderência ...". Só nos restou voltar para a entrada e sair....