segunda-feira, fevereiro 20

não sei se concordo...

Acabo de ler no cantinho da Ana Cristina, as dez pequenas lições de Bil Gates, gostei tanto que abri o Word para reflectir sobre o assunto sem sequer saber o que vou escrever. Não vou pensar nem o post, nem os comentários que apontam para o facto de muitos de nós andar a defender o ponto de vista do homem mais rico do mundo.

Até me veio à cabeça a comparação entre os portugueses e os espanhóis, feita por um professor meu de faculdade entre os (dizia ele que a maior diferença é que enquanto nós brincamos com os touros, os espanhóis matam – os).

Acontece que tenho as minhas suspeitas que um raciocínio tão linear nos coloque numa realidade cada vez mais vazia de valores, cada vez mais exigente e cada vez mais desumana.

Está certo que é a sociedade que vivemos e não preparar os nossos jovens para vencer neste ambiente hostil, é empurrá-los para o insucesso. Talvez estejamos numa encruzilhada, numa zona de turbulência proposta por Grauss, ou na entrada para uma nova via (sugerida por Tofler), não tenho resposta para esta questão.

No final deste texto já não sei se acho tão brilhantes as lições do homem mais rico do mundo. Não sei se quero abdicar de continuar a fazer a minha parte para mudar o mundo…não sei.

3 comentários:

IHARAh disse...

Professor, posso falar consigo?
Bem, não é nada de verdadeiramente importante... Na verdade é só para dizer que estou de volta.

Anónimo disse...

Very cool design! Useful information. Go on! Nike coat wife upskirt

Anónimo disse...

This is very interesting site... telex headset International youth hostels in california los angles Natural slimming tablets Restor lens cataract surgery