quinta-feira, outubro 11

Silêncio


Se quiseres ouvir, não ouças,
Se quiseres ver, não vejas,
Se quiseres falar não fales,
Se quiseres sentir, não sintas,
Suspende-te no vácuo
Enrola a corda do silêncio
às mãos e ao pescoço
Sua Excelência o Senhor Primeiro Ministro
e a sua comitiva
passam.

8 comentários:

Miguel Sousa disse...

e não se esqueçam de fazer uma vénia, ou estender a mão tipo o que faziam os alemães na altura daquele senhor do bigode, bem, sei lá, façam mas não digam....por andar da carruagem proponho a abertura de um blogue que funcione como a "Revista" do tempo do amigo do filosofo (de nome)

Miguel Sousa disse...

graNDE POST Paideia, grande post

Teresa Lopes disse...

Boa, Idalina! Os senhores da caravana andam a lançar lume para o rastilho. É que parece tudo muito calmo, mas, vai um dia, e a paciência acaba! Depois, quando os governantes perdem a vergonha, os governados perdem o respeito.
Tenha atenção, senhor governante-mor! Um dia destes esse seu riso amarelo vai desaparecer! E com ele, a caravana.

TsiWari disse...

Tristemente actual...


... "mas poeta castrado, não!"

Paideia disse...

Nem poeta, nem castrada...
:)
:)
:)

elemento da gnr que nem sabe quem o mandou vir cá disse...

Socas? 'tão afalar do Socas?????? Não pode ser!!!!! Excelentíssimo coiso e tal!!!!!!! Olhem que vimos aqui com uma caneta e pintamos tudo de preto!!!!!!!

3za disse...

eh eh eh... era eu... disfarçada... ainda me prendem....

AnaCristina disse...

Fiz uma triste apostana semana passada com um colega lá da escola. Apostei eu que o Sr. "Filósofo" (que deve andar às voltas na tumba, coitado!) vai ganhar as próximas eleições com maioria absoluta.

Desilusão após desilusão, o Português tem cabecinha de vento e esquece depressa! (para grande tristeza minha!)