terça-feira, março 13

....

Faltas e resultados delas





Professora, eu não consigo perceber por que motivo tenho menos um valor do
que o Rui. Afinal, tivemos exactamente os mesmos resultados nos testes, nos
trabalhos e na participação...
- Mas não na assiduidade, Jorge. O Rui nunca faltou e o Jorge tem cinco
faltas.
- Justificadas, professora, todas justificadas. Faltei dois dias pela
morte do meu avô e os outros três porque torci um pé na aula de Educação Física. O
médico obrigou­-me a descansar três dias, até me passou um atestado...
- Não me interessa. Se tivesse ouvido o meu superior hierárquico, o
Secretário de Estado, como eu ouvi, saberia muito bem que o importante é
ter faltado, não interessam as razões, não interessa quem morreu, nem se
torceu o pé ou partiu a perna ou entortou o pescoço. As palavras do meu superior
hierárquico, o Secretário de Estado, que eu ouvi com toda a atenção, como
sempre faço em relação aos meus superiores hierárquicos - e o menino devia
fazer o mesmo -, foram absolutamente claras: para todos os efeitos, quem
faltou foi menos zeloso do que quem não faltou. Por isso, não quero saber da
morte do seu avô nem do pé torcido nem da unha encravada. Vai ter menos um valor do
que o Rui e ponto final.

7 comentários:

bell disse...

Torceu um pé? Tomava uma aspirina e vinha para as aulas de muletas. O avô morreu? Comprava um pacote de lenços e vinha chorá-lo para a escola. Quem falta é incompetente e mandrião, tem de ser penalizado.

Arte por um Canudo 2 disse...

Com muito humor à mistura lá se vai dizendo as "passas" por que passa um professor.Como diz a BELL, bastava uma aspirina e um pacote de lenços para ter a mesma compet~encia. Um abraço

IC disse...

Miguel (Sousa): Pois o que vai sendo preciso é conseguir manter o humor. Mas não me levas a mal que aproveite esta janelinha para agradecer ao Miguel Pinto o Jacques Brel aqui, com o Ne me quitte pas. [Há "coisas", inclusive música, em que não sei se sou saudosista - não me importo -, se simplesmente há recordações que gosto sempre de encontrar :)]

Miguel Sousa disse...

claro Isabel, foi muito bom gosto o do Miguel

3za disse...

:)

peace_love disse...

realmente há muitas coisas injustas no ensino, assim como na vida em si..

Margarida disse...

Pois é! Faltaste? Afundaste...