domingo, janeiro 7

Que diria hoje o grande Eça?

(Nota: Recebi no mail, sem identificação de autor da imagem. Estou em repouso "bloguista", mas como o Aragem é estância de repouso...)

5 comentários:

Anónimo disse...

Dolorosamente actual.

Anónimo disse...

Eça de Queiroz é nosso contemporâneo?
Parece!...

Teresa Lopes disse...

Este e-mail andou na net no tempo do Santana Lopes. Agora com o Sócrates. E assim seguirá entre PSD e PS, PS e PSD, mais o CDS (já me esquecia).
E se déssemos mais poder às alternativas? É o que eu faço há muito tempo, mas sozinha não vou lá... Querem vir daí?...

IC disse...

Teresa (Lopes), só não respondo que sim, quero ir, porque eu toda a vida "fui", nunca pus cruzinha em nenhum dos que citas, excepto em presidenciais. E menos ainda teria posto neste governo, não porque não desejasse que ganhasse dentro das duas possibilidades realistas que havia, mas porque o que mais temi foi isso da maioria absoluta. Ela é que, a meu ver, é sempre o maior perigo, seja qual for a "cor".
Assim, substituo o teu convite por outro: venham daí evitar maiorias absolutas!
(Os confrades não levem a mal, não resisti a responder à Teresa. Mas, na verdade, eu nem acho que o maior mal venha cá deste pobre país, pois nesta globalização não são pequenitos países que conseguem escapar à pressão)

Anónimo disse...

aragem forte... :)