terça-feira, novembro 21

As crianças, meu Deus, as crianças...




A sinistra vai a uma escola secundária para falar sobre a educação. Após o seu discurso, ela diz às crianças que lhe podem perguntar o que quiserem. Um menino levanta a mão. A sinistra pergunta-lhe o nome:

- Chamo-me Manuel.

- E qual é a sua pergunta, Manuel?

- Tenho 3 perguntas.
Primeira:Porque aceitou fazer parte de um governo de mentirosos?
Segunda: Como é possível chegar-se a ministra de uma coisa de que não se entende rigorosamente nada?
Terceira: Se o que interessa é poupar, porque é que o nosso filósofo-mor não lhe deu a pasta das Finanças?

A sinistra corou. Olhou desesperadamente em redor e a campainha tocou estridentemente.
A sinistra disse às crianças que continuariam depois do recreio.

Quando acabou o recreio, a sinistra pergunta:
- Onde estávamos? Ah, sim! Estávamos nas perguntas. Alguém quer perguntar-me alguma coisa?

Uma menina levanta a mão. A sinistra pergunta-lhe o nome.

- Susana.

- E qual é a sua pergunta, Susana?

- Tenho 5 perguntas:
Primeira:Porque aceitou fazer parte de um governo de mentirosos?
Segunda: Como é possível chegar-se a ministra de uma coisa de que não se entende rigorosamente nada?
Terceira: Se o que interessa é poupar, porque é que o nosso filósofo-mor não lhe deu a pasta das Finanças?
Quarta: Porque é que a campainha do recreio tocou 20 minutos antes?
E a quinta: Onde está o Manuel?


(livremente adaptada)

5 comentários:

Tit disse...

Sonho com o dia em que seja a Ministra a fazer as perguntas e, após o "coffee-break", alguém pergunte: "Onde está a Ministra?"...
[estava com esperanças que tivesse acontecido nestas reuniões dos CEs com a ministra - até tenho ouvido as notícias com mais atenção mas, até agora... Nada. :( ]

Miguel Sousa disse...

sonho poder dar aulas aos netinhos da sinistra para lhe provar que os professores, apesar de seresm escorracados eplos sucessivos sinistros, continuam a ser professores de alma e coração

Luis Capucho disse...

De facto já á muitos anos que não lecciono, e deixei exactamente por não concordar com o "esquema educativo" na altura no que respeitava ao IEFP. Hoje tenho a certeza que nunca chegaremos longe se não tivermos uma geração preparada para as realidades actuais e futuras. Estamos a gerar um ciclo vicioso que parece não ter fim á vista.
Parabens pelo blog

ameliapais02@gmail.com disse...

Gostaria de recomendar a leitura de um artigo de opinião de Vasco da Graça Moura no DN de hoje.

IC disse...

Deixo o link para o artigo que a Amélia Pais recomendou:
artigo aqui

Deixo também o link para se quiserem imprimir e levar para as escolas o abaixo asssinado para supressão da TLEBS, a enviar para:
Escola Secundária D. Pedro V
Ao Cuidado de Drª Maria Alice Costa
Estrada das Laranjeiras, 122
1600-136 Lisboa

Abaixo assinado