quarta-feira, outubro 1

A Avaliação é um Problema? É, sim. Portanto...

Mesmo sem me ter sido pedida, aqui vai a citação de Karl Popper sobre a posição que devemos tomar perante os problemas:
"Penso que só há um caminho para a ciência ou para a filosofia: encontrar um problema, ver a sua beleza e apaixonar-se por ele; casar e viver feliz com ele até que a morte vos separe - a não ser que encontrem outro problema ainda mais fascinante, ou, evidentemente a não ser que obtenham uma solução. Mas, mesmo que obtenham uma solução, poderão então descobrir, para vosso deleite, a existência de toda uma família de problemas-filhos, encantadores ainda que talvez difíceis, para cujo bem-estar poderão trabalhar, com um sentido, até ao fim vossos dias".
Karl Popper

3 comentários:

FranciscoSantos disse...

Carmo,
com todo o respeito devo dizer o seguinte:
Quanto à necessidade de avaliar para melhorar processos e resultados educativos, concordo em absoluto consigo, com o JMA e com todos os professores que se definem como profissionais do ensino.
Quanto à aceitação deste modelo de avaliação a minha discordância é total. Porque, apesar de a retórica surgir como formativa, a intenção legislativa e a consequência da aplicação do modelo destrói essa vertente formativa e, sobretudo, põe em causa a cooperação e a partilha do conhecimento entre pares.

Matilde disse...

:)

obrigada pela citação Avó Pirueta. ;)
Apesar de eu andar um pouco ausente destas paragens "arejadas" não quero ddeixar de lhe dar as boas vindas aqui à confraria.

;)

IC disse...

Acabei de ler um post do JMA e tive vontade de vir aqui deixar uma espécie de ponte: da avaliação dos professores, passando pelo peso, nela, da melhoria dos resultados dos alunos, para os testes de diagóstico que estão sendo feitos em várias escolas com a finalidade (ou uma das finalidades) de vir a comparar os seus resultados com os resultados finais dos mesmos alunos.
Assim, deixo a sugestão de leitura do post do JMA intitulado Dos Testes de Diagnóstico