terça-feira, outubro 25

Pequenos silêncios…

Este regresso, pausado, merece uma explicação. Seria suficiente dizer, porque me apeteceu. Mas quis algo mais: É que não encontro outro espaço para registar os pequenos nadas que fazem o meu quotidiano. Estas pequenas inocuidades estão para as coisas sérias como as pausas estão numa partitura.

Neste registo pouco importa a frequência e a coerência da escrita. Será mais importante o significado que lhe atribuo…