domingo, julho 30

As Ondas Quebravam Uma à Uma





"As ondas quebravam uma à uma
Eu estava só com a areia e com a espuma
Do mar que cantava só p’ra mim"


Sophia de Mello Breyner Andresen

sábado, julho 29

Bailarinas...



Não resisto a partilhar convosco estas fotos que recebi por e-mail.
Bom fim-de-semana!

quinta-feira, julho 27

quarta-feira, julho 26

Boas aragens...

Boas férias para os que partem e para os que ficam… que fiquem bem.

segunda-feira, julho 24

Pnsamento profundo de quem vai de férias

"Leio a Playboy pela mesma razão que leio a National Geographic: Gosto de ver fotogra= fias de lugares que sei que nunca vou visitar."

sábado, julho 22

A força das palavras

Juntei várias letras -
escrevi um letreiro.


Acendi as brasas -
que grande braseiro!


Soltei quatro berros -
armei um berreiro.


Juntando formigas
fiz um formigueiro.


Será que com carnes
se faz um carneiro?


Luísa Ducla Soares

terça-feira, julho 18

Fintabolistas

imagem: Terravista

"(...) O que me inveja não são esses jovens, esses fintabolistas, todos cheios de vigor. O que eu invejo, doutor, é quando o jogador cai no chão e se enrola e rebola a exibir bem alto as suas queixas. A dor dele faz parar o mundo. Um mundo cheio de dores verdadeiras pára perante a dor falsa de um futebolista. As minhas mágoas que são tantas e tão verdadeiras e nenhum árbitro manda parar a vida para me atender, reboladinho que estou por dentro, rasteirado que fui pelos outros. Se a vida fosse um relvado, quantos penalties eu já tinha marcado contra o destino? (...)"

Mia Couto, in O fio das Missangas


domingo, julho 16

Somente de passagem

[Recebi por e-mail este quadro e vou partilhá-lo convosco :)]

Conta-se que no século passado, um turista americano foi à cidade do Cairo, no Egipto, com o objectivo de visitar um famoso sábio.

O turista ficou surpreso ao ver que o sábio morava num quartinho muito simples e cheio de livros. As únicas peças de mobília eram uma cama, uma mesa e um banco.
- Onde estão seus móveis? - perguntou o turista. E o sábio, bem depressa, perguntou também:
- E onde estão os seus...?
- Os meus?! surpreendeu-se o turista.- Mas eu estou aqui só de passagem!
- Eu também... - concluiu o sábio.

[...]

Porque não quero ser egoísta...

... aqui vos deixo uma brisa marítima [De partida para a beira-mar a fugir ao calor, não ia deixar o Aragem com 40º! ;) ]

Carol Saxe, Sea Breeze

(Fazem favor de brincar e rir... quando eu voltar para o calor de Lisboa, no dia 29, espero encontrar muitas 'aragens' por aqui!)

sexta-feira, julho 14

justificação para a expulsão de um santo...


...chamado Zidane, esta é a explicação de um Benfiquista que adora os seus rivais hihih

terça-feira, julho 11

Afixe-se!

To know when one does not know is best.
To think one knows when one does not know is a dire disease.


Taoísmo, Tao Te Ching 71


Para colocar pendurado à porta da...

Três conselhos

[De vários conselhos, escolhi estes três - Imagens de PP não identificado recebido no mail, adaptação de textos e montagem feitas pela IC que estava sem a neta para brincar ;)]

segunda-feira, julho 10

Retrospectiva da educação em Portugal

1ª fase (antes de 1974): O aluno ao matricular-se ficava automaticamente chumbado. Teria de provar o contrário ao professor.

2ª fase (até 1992): O aluno ao matricular-se arriscava-se a passar.

3ª fase (actual): O aluno ao matricular-se já transitou automaticamente de ano, salvo casos muito excepcionais e devidamente documentados pelo professor, que terá de incluir no processo, obrigatoriamente um "curriculum vitae" extremamente detalhado do aluno e nalguns casos da própria família.

4ª fase ( em vigor a partir de 2007): O professor está proibido de chumbar o aluno; nesta fase quem é avaliado é o próprio professor, pelo aluno e respectiva família, correndo o risco (quase certo) de chumbar...

sábado, julho 8

Desafio ao Miguel Pinto

Por obra do nosso 'administrador' aqui, os elementos desta confraria estão a ter uma renovação dos visuais dos seus cantinhos que, além de linda, até parece uma revolução bloguista concertada. Ora, embora goste do azul do cantinho do 'Mestre', ali ao lado, e espere que lá se mantenha aquele olho azul que nos olha quando entramos (e não só a nós...), pergunto se está guardada para final uma revolução no visual do OUTRÒÓLHAR, pois, se não for o caso, deixo o desafio, para ficarmos todos em suspense, na expectativa...

sexta-feira, julho 7

Lendo e-mails

Hoje apeteceu-me trazer o correio para o ver sob uma aragem fresca, pois já estava a transpirar com tantas apresentações PP (são interessantes, mas a moda está a tornar-se repetitiva). Eis que, entre os e-mails, um havia que trazia apenas uma imagem, deixo-a aqui.


quinta-feira, julho 6

ME no Aragem?? Xôôô daqui!!!


Ao ver um gigante, verifique antes a posição do sol; pode ser que seja a sombra de um pigmeu.

(Von Hardenberg)

terça-feira, julho 4

Mais um cartoon


Confesso que até acho que vai ser uma manobra para atingir novamente os professores!!

domingo, julho 2

O jogo

Que feliz entrada nos deixou a Tit. A bola e a criança.
Bento(1) foi buscar as palavras de Pessoa para afirmar “a necessidade do homem jogar, de multiplicar as suas dimensões e o seu auto-entendimento […]:
Brincava a criança
Com um carro de bois.
Sentiu-se brincando
E disse, eu sou dois!
Há um a brincar
E há outro a saber
Um vê-me a brincar
E outro vê-me a ver.”

(1) Bento, J. (2004). Desporto e substância. Porto. Campo das Letras Editores.

Jogar à Bola



Quantos golos já teria esta marcado? É um prazer ver o gosto das crianças em "jogar à bola", que em muitos casos continua a superar os jogos de computador.

Vai um joguinho? A Bola, apesar de velhinha, está sempre pronta para mais uma partida!

4ª lá estaremos, mais uma vez a torcer por Portugal!
A bola, desta vez mais nova, com um design mais moderno, mais cara, mas o mesmo objectivo - entrar na Baliza do outra aquipa.

Bom Domingo :-)

sábado, julho 1

O Capuchinho Vermelho, em versão pós-moderna

Lobo cansado em final de ano lectivo...

S@ber n.º 26 1 Julho 06

Outra vez o Antero Afonso

Era uma vez, um lobo que estava em vias de extinção. Chamavam-lhe “professor” e, apesar de bondoso, as pessoas andavam assustadas com o seu aspecto e com aquilo que sobre ele se dizia.Um dia, o lobo decidiu atravessar a floresta para levar umas recomendações ao seu avô a quem, carinhosamente, chamavam o Senhor Sistema Educativo. Colocou as recomendações numa cestinha ...

continuar aleitura em:
http://www.asa.pt/s_leitura/leitura_download/735449.pdf

Entretanto...

... como vamos todos para o bom fim de semana que a Ana Cristina sugeriu, fica esta flor a guardar a Primavera Permanente do Aragem.